8 dicas para o Facebook das Paróquias e Dioceses

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Facebook é uma das rede sociais mais usadas na Igreja. São muitas páginas de paróquias, dioceses, santuários, grupos de oração… mas é sempre bom conhecer ao máximo a plataforma na qual queremos atuar para comunicar e evangelizar, para que realmente a comunicação alcance bons resultados.

Aos comunicadores católicos, seguem 8 dicas de sucesso para atualizar suas páginas de Facebook:

1. Crie uma página em vez de um perfil

Um erro muito comum é ver Paróquias e Dioceses usando “perfis pessoais” ao invés de “páginas” do Facebook.

Um perfil é para uso pessoal, e não conta com todos os recursos disponibilizados pelo Facebook para ajudar a promover uma página como: informações de contato e localização; anúncios; analytics com dados essenciais para avaliar seus resultados; entre outros.

2. Complete as informações da sua página

Depois de criar a sua página, é importante completar as informações a respeito da sua Igreja, principalmente na seção “Sobre”.

Nesta seção há espaço para informações relevantes para os paroquianos e fieis católicos que podem ter interesse em saber mais sobre sua Igreja. Atualize sua Página do Facebook com:

  • informações de contato (email, telefone, site);
  • informar horário de funcionamento da Igreja;
  • entre outros.

Também é possível inserir uma breve descrição da sua Igreja, Pároco e Padroeiro na seção “Sobre” da sua Página no Facebook.

3. Capriche nas fotos de perfil e capa

As fotos de perfil e capa são os elementos que vão chamar mais a atenção dos fiéis, ao menos no 1º momento. Por isso, é fundamental que elas sejam de alta qualidade e atrativas para os usuários.

Você pode:

  • Usar um logo da Paróquia, a foto da fachada da Igreja ou mesmo o Santo Padroeiro como foto de perfil;
  • Usar a imagem de capa para transmitir uma mensagem inspiradora ou divulgação de um evento (Mensagem de Natal; aviso das transmissões ao vivo; festa do Padroeiro…).
  • Procure manter a mesma identidade da capa com a foto de perfil, para ambas “conversarem” entre si.
  • Inclua sempre uma descrição na legenda da capa.

Aproveite para “atualizar” a imagem de capa com certa frequência, isso ajuda a mostrar que a página está em constante atualização e ainda ajuda a ampliar o alcance da sua página.

4. Personalize a sua URL

É muito mais fácil promover a sua página quando ela possui uma URL amigável e personalizada para a sua Igreja.

Na seção “Sobre”, basta editar o nome de usuário da página. Se o nome escolhido estiver disponível, você poderá usar para divulgar a página com mais facilidade e também de forma mais profissional.

Importante: se tiver várias “mídias digitais” na sua Igreja, procure padronizar o nome em todas elas.

5. Surpreenda com emojis e GIFs

Vamos ser sinceros: quem é que não gosta de emojis e GIFs? Pois então, seus fiéis não são alienados! Eles também usam e conhecem.

Você pode usar emojis nas legendas de um post e ambos recursos (emojis e GIFs) para responder comentários.

“Os emojis são o encontro entre a comunicação e o afeto, uma verdadeira ponte para a comunicação alcançar os seguidores das redes sociais e tornar a mensagem ainda mais compreensível e dinâmica” – como disse no artigo “Posso usar emojis nas redes sociais da Igreja?”).

6. Responda todos os comentários

Todos os comentários feitos na sua página merecem uma resposta. Isso mostra que existe alguém presente, preocupado com as reações e opiniões dos fãs.

Sempre indico que devem responder: comentários nas suas postagens e nas postagens de compartilhamentos do seu conteúdo; os comentários de “avaliações” e “check ins” na sua página.

7. Responda as mensagens rapidamente

Quem responde rapidamente as mensagens de pessoas interessadas no chat ganha uma espécie de distintivo do Facebook, destacando a agilidade das respostas e o tempo médio em que isso costuma acontecer.

Valorize quem tirou um tempo para conversar com você e precisa de uma informação relevante e de forma rápida.

8. Fixe posts na Página do Facebook

Ao publicar novos conteúdos na sua Página do Facebook, as postagens mais antigas são empurradas para baixo na sua linha do tempo.

Fixar posts é uma forma de destacar um conteúdo específico de um post para que ele permaneça no topo da sua página por mais tempo mesmo depois de publicar novas atualizações.

Para fixar uma publicação, clique no pontilhado (três pontinhos) no canto superior direito do post na sua página do Facebook e clique em “Fixar Publicação”. É possível ter uma publicação fixada por vez.

Pasconeiros, agora que estão com todas estas dicas em mãos para suas páginas de Facebook da Igreja, é hora de ampliar a missão na maior e mais popular das redes sociais do mundo (hoje conta com mais de 2.701 bilhões de usuários).

Sobre o Autor: Fabiano Fachini

Você também pode gostar:

Busca

Instagram