Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Arquidiocese de Maceió lança subsídio de espiritualidade da Pascom

Terço do Comunicador e Orações para uma boa missão são disponibilizados para download
Agente com o subsídio de espiritualidade produzido pela Arquidiocese de Maceió (Foto: reprodução)

A Pastoral da Comunicação ganha um aliado para intensificar a essência do serviço na Igreja. É o Subsídio do eixo da Espiritualidade do Comunicador, lançado pela Comissão da Arquidiocese de Maceió. A espiritualidade é o eixo base das ações pastorais da Pascom. Para baixar o subsídio, clique aqui.

O Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil define que a missão da Pastoral da Comunicação é baseada em quatro eixos: articulação, formação, produção e espiritualidade. A coordenadora arquidiocesana, Maria Cicera, afirma que as atividades deste ano vão fortalecer a vida espiritual dos agentes paroquiais e da comissão da Arquidiocese.

“Em 2021, trabalhamos a formação, um caminho de partilhas e aprendizados em um ambiente digital, cuja pandemia exigiu que estreitássemos laços entre nós para fortalecer mais ainda nossa missão. Agora estamos nos dedicando ao eixo espiritualidade, que gera elo constante entre todos os demais eixos. Sem a vivência da fé, testemunho cristão e comunhão o comunicador não desenvolve seu serviço como Discípulo-Missionário do Reino de Deus”, pontua a coordenadora.

Maria Cicera destaca que para incentivar a prática da oração, a Arquidiocese de Maceió disponibiliza o Subsídio do eixo da Espiritualidade do Comunicador. “Tivemos a grande surpresa este ano que foi o presente, digo até de forma nacional, dado pelos pasconeiros Marcos Filipe e Thiago Aquino. São orações para fazermos diariamente em nossas missões com a equipe para fortalecer a espiritualidade pessoal e comunitária”, acrescenta.

O Terço do Comunicador apresenta cinco mistérios baseados em passagens do Evangelho em que Cristo se apresenta com um perfil comunicador: Jesus vai ao encontro do outro (Mateus 9, 9), Jesus escuta o outro (Lucas 24,13-35), Jesus acolhe o outro (João 8,11-53), Jesus ensina ao outro (Marcos 4,1-20) e Jesus cuida do outro (Marcos 6, 30- 44).

Agentes da Pascom da Arquidiocese de Maceió (Foto: reprodução)

Responsável pela elaboração, Marcos Filipe partilha como foi a inspiração do Terço. “A inspiração vem do próprio Diretório da Comunicação e, como vim da catequese que tem vários materiais para celebrações, senti a necessidade da Pascom ter um conteúdo que trabalhasse a espiritualidade profunda do comunicador. A partir do capítulo Jesus Comunicador do meu TCC, que foi sobre a trajetória da comunicação na Igreja, fui vendo atitudes de Jesus que poderiam ser meditadas por nós da Pascom”, relatou o agente, que também é jornalista.

Marcos reforça o intuito do Terço do Comunicador: “O objetivo é meditarmos e nos espelharmos no modelo de Jesus comunicador, trabalhar a espiritualidade para sermos melhores comunicadores e cristãos na Igreja e no nosso cotidiano”.

O trabalho pastoral não deve ser uma ação automática ou apenas profissional. É assim que defende Thiago Aquino, agente da Pascom Arquidiocesana e jornalista, responsável por desenvolver a “Oração para iniciar uma missão” e a “Oração de agradecimento pelo serviço”. O momento de oração deve ser feita diante do altar ou na capela do Santíssimo.

“Sabemos que a nossa missão é evangelizar, mas é necessário entender que também precisamos ser evangelizados. E isso só é possível se tivermos atentos a mensagem que é nos apresentada por meio do serviço, desde o mais simples, e da nossa relação com o próximo. Nestas duas orações, vamos pedir por essa intenção, para que o ouvido do coração acolha a vontade do Senhor e, assim, se busque a conversão diária”, explica Thiago.

“Um depoimento de um fiel e a homilia do padre podem tocar o coração do agente naquela hora ou até no momento de um edição de conteúdo. Ao produzir um cartaz, pedir o auxílio do Espírito Santo para ter uma inspiração, ser criativo e evangelizar nos diferencia de um trabalho apenas técnico”, exemplificou Thiago.

omilia do padre podem tocar o coração do agente naquela hora ou até no momento de um edição de conteúdo. Ao produzir um cartaz, pedir o auxílio do Espírito Santo para ter uma inspiração, ser criativo e evangelizar nos diferencia de um trabalho apenas técnico”, exemplificou Thiago.

Acesse o site www.centenarioarqmaceio.com.br e baixe o Subsídio do eixo Espiritualidade do Comunicador