Share on whatsapp
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email

Arquidiocese de Maceió reúne comunicadores em momento de espiritualidade

Coordenadores da Pastoral da Comunicação (Pascom) das Paróquias da Arquidiocese compartilham experiências e discutem a missão pastoral Micheliny Tenório – Comunicação da Arquidiocese de Maceió            O Primeiro Encontro de Espiritualidade da Pascom, realizado neste sábado (17) em Juvenopólis, reuniu cerca de 60 agentes entre coordenadores paroquianos e...

Coordenadores da Pastoral da Comunicação (Pascom) das Paróquias da Arquidiocese compartilham experiências e discutem a missão pastoral

Micheliny Tenório – Comunicação da Arquidiocese de Maceió

           O Primeiro Encontro de Espiritualidade da Pascom, realizado neste sábado (17) em Juvenopólis, reuniu cerca de 60 agentes entre coordenadores paroquianos e membros da Comissão de Comunicação da Arquidiocese.  O arcebispo de Maceió Dom Antônio Muniz Fernandes, O Carm. ressaltou a necessidade da união entre as pastorais.

“A união entre as pastorais de Comunicação deve existir na defesa da Igreja em saída e para fortalecer as ações que lhe são inerentes, tendo o cuidado em refletir o que divulga e não somente replicar fatos”, orientou Dom Antônio.

       

            O encontro, organizado pela Arquidiocese de Maceió, foi conduzido pelo Padre José de Arimatéia, da Diocese de Guarabira, na Paraíba, onde também é o coordenador da Pascom Diocesana. O sacerdote, que também é o assessor eclesiástico da Regional 2, destacou a amplitude do trabalho desenvolvido pela Pascom.

“Não se restringe a tirar foto e postar nas redes sociais. Os agentes são conciliadores dentro da Paróquia, pois, a Pascom é a articuladora junto aos demais grupos na igreja. A Pascom deve ser a expressão do Cristo comunicador.”, esclareceu Padre Arimateia, ao acrescentar sobre os cuidados com postagens nas redes sociais para evitar discussões desnecessárias.

           A coordenadora da Pascom da Arquidiocese, Maria Cícera da Silva, falou sobre esse primeiro momento com os coordenadores da Pascom.

“A necessidade da espiritualidade do comunicador é intrínseca à nossa atuação. Temos que caminhar em unidade, integrando as Pascoms, assim como Dom Antônio nos pede. Ficamos felizes com a adesão neste primeiro encontro”, ressaltou Cícera.

             O coordenador Cleilton Araújo, da Pascom Paróquia São Francisco, no Santos Dumont, bairro de Maceió, falou sobre a importância do encontro para orientar o trabalho pastoral.

“Padre José de Arimateia nos levou à reflexão sobre o que deve ficar em evidência com nosso trabalho de comunicadores, que é Jesus Cristo. O encontro nos trouxe a possibilidade de integração entre membros das diversas pastorais. E como orientou Dom Antônio, a Pascom deve estar em sintonia com a Igreja”, avaliou Cleiton.

            A Comissão permanece percorrendo as Paróquias, ligadas à Arquidiocese, para realizar a instalação, formação e atualização das missões da Pascom.