Assessoras de Imprensa da Arquidiocese de Natal partilham a experiência sobre a cobertura da canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

No dia 15 de outubro de 2017 o Brasil foi temporariamente notícia em todo o mundo, devido à canonização dos Santos brasileiros, os Mártires de Cunhaú e Uruaçu. A equipe de assessoria de imprensa da Arquidiocese de Natal partilhou com os comunicadores do IV Seminário de Comunicação Social a experiência de conduzir a divulgação da canonização dos Santos brasileiros.

Segundo a coordenadora da equipe, Cacilda Medeiros, meses antes da canonização foram preparados e divulgados materiais que contavam a história e curiosidades sobre os mártires, como vídeos, podcasts e releases que eram disponibilizados aos jornalistas e ás dioceses.

Próximo a Missa de canonização, foram montadas duas equipes, Cacilda viajou para o Vaticano, e Luiza Gualberto coordenou a equipe que ficou no Brasil para dar suporte aos jornalistas e auxiliar na produção do conteúdo que era enviado pela corresponde do Vaticano.

Ao final, a equipe disse que foi uma experiência maravilhosa e gratificante, principalmente ao verem a repercussão do assunto pelo mundo!

Saiba Mais

No site da Arquidiocese de Natal http://(http://arquidiocesedenatal.org.br/martires) há todo o histórico, desde a beatificação a canonização, dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu bem como o endereço e horários das Missas nas Igrejas que possuem os Santos como patronos. O contato das jornalistas Cacilda e Luiza também pode ser solicitado por meio do site da arquidiocese.

A história dos cristãos católicos que foram cruelmente mortos no Rio Grande do Norte em 1645 por exaltarem a sua fé, ganhou destaque em importantes veículos de comunicação de vários países, incluindo aqui no Brasil.

O cenário apresentado pelo Dr Cristiano é bem parecido com aqueles filmes em que as pessoas interagem com seus utensílios e máquinas domésticas e, onde a navegação online está presente quase que 100% no cotidiano. Pode até parecer ficção, porém, essa é a nova tendência para os próximos anos. “Alguns destes exemplos já estão em testes e outros, em desenvolvimento. É importante compartilhar essa tendência para que os comunicadores católicos possam se antecipar e já planejar uma nova forma de se comunicar onde possam utilizar essas ferramentas a serviço da evangelização”, disse Amon que explicou que esse tipo de interação tecnológica deve demorar alguns anos para chegar ao Brasil.
Apesar de estar no terceiro dia do encontro, já foram realizadas oito conferências e diversas partilhas de conhecimentos e experiências, tudo com o intuito de motivar uma comunicação cada vez mais precisa e próxima das novas realidades culturais e digitais das comunidades da nossa Igreja no Brasil.

Toda a programação do IV Seminário de Comunicação Social pode ser acompanhada ao vivo por meio da Web TV Redentor (http://webtvredentor.com.br/) e, as conferências já apresentadas podem ser acessadas por meio do perfil do Facebook @seminariocomunicacaorj

Por: Luciana Navarro – Pascom Regional Oeste 1

Sobre o Autor: CNBB Nacional

Você também pode gostar:

Busca

Instagram