Dom Gil: “O jornalismo produz a paz quando a pessoa faz a opção pela verdade”

Na mensagem do papa Francisco para o 52º Dia Mundial das Comunicações Sociais, a ser celebrado no dia 13 de maio, o pontífice convida a todos a promover um “jornalismo de paz”. O termo foi cunhado pelo professor Johan Galtung, nos anos 1960. Hoje ele é considerado um dos intelectuais mais significativos dos últimos tempos e reconhecido mundialmente como o fundador dos modernos estudos sobre a paz. Johan fundou a Transcend, uma organização de mediação de conflitos que tem como objetivo colocar a experiência e o conhecimento a serviço das práticas de transformação de conflitos, construção da paz e desenvolvimento.

Em entrevista ao site “Vatican News”, o professor distingue o termo “jornalismo de paz” em dois conceitos: a paz positiva e a paz negativa. No “jornalismo de paz negativo”, ele afirma que a busca é por soluções a conflitos com o objetivo de reduzir a violência; e no “jornalismo de paz positivo”, ele explica que há uma exploração pela possibilidade de uma maior cooperação positiva. Na mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, o papa Francisco usa o termo “jornalismo de paz” no sentido de convidar às pessoas a desenvolverem um jornalismo sem “fingimentos, hostil às falsidades, a slogans sensacionais e a declarações bombásticas”, unindo assim os dois conceitos do professor Johan.

Dom Gil Antônio Moreira, arcebispo de Juiz de Fora (MG)

Segundo o arcebispo de Juiz de Fora (MG) e referencial da comunicação no regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Gil Antônio Moreira, o conceito de jornalismo de paz está intimamente ligado à atitude da pessoa. Para ele, o jornalismo produz a paz quando a mesma faz a opção pela verdade. “Tudo está baseado na postura do comunicador, ele tem que ter uma postura moral, ética antes de fazer qualquer comunicação ou publicar qualquer matéria, se ele tem essa opção – de ter uma postura reta – servirá a paz e diminuirá qualquer conflito que possa gerar a degeneração, o respeito à dignidade da pessoa humana”, diz.

“A paz é a verdadeira notícia” – Essa é outra frase de atribuição do papa Francisco na mensagem dedicada ao Dia Mundial das Comunicações Sociais. Nela, o pontífice afirma que o jornalista, por ser o guardião das notícias, não desempenha apenas uma profissão, mas uma verdadeira e própria missão. Frisa ainda que o jornalista tem o dever de lembrar que, no centro da notícia, não estão a velocidade em comunicá-la, nem o impacto sobre a audiência, mas as pessoas. Nesse sentido, dom Gil afirma que o jornalista é responsável por aquilo que a sociedade é e será. “Uma matéria feita com base na mentira, no engano caminha para a degeneração social. Aquele que faz o compromisso com a verdade prestará um grande serviço na edificação moral da sociedade”, acrescenta o bispo.

Outro ponto destacado por Francisco na mensagem é a não associação do termo “jornalismo de paz” com “jornalismo bonzinho”. Para ele, o jornalismo de paz não deve negar a existência de problemas graves e assumir tons melífluos. Dom Gil concorda com o que é dito: “O jornalismo também tem essa vocação de que as notícias sejam portadoras da paz, isso não significa que o jornalista tenha que publicar apenas notícias boas, ele tem que ir atrás de problemas, mas tudo é na maneira de tratar a matéria. Devemos tratar tudo para que não cause divisão, o ódio, mas que produza de alguma forma a paz”.

No final da mensagem, o papa conclui que para exercer o jornalismo de paz é preciso empenhar-se em indicar soluções alternativas à violência verbal. “O papa Francisco tem falado muito, insistido muito a respeito de um jornalismo que seja baseado na verdade. A verdade é resultado de uma educação. Há pessoas que são mal educadas no sentido de mentir, de inventar mentiras para se defender ou para sair de situações complicadas e esta educação para a verdade seria muito útil para estabelecer relações positivas e boas, por isso os meios de comunicação devem trabalhar pela verdade. A verdade vai produzir a paz, a mentira só produz o contrário da paz que é o ódio, a divisão, a incompreensão entre as pessoas”, finaliza dom Gil.

Sobre o Autor: CNBB Nacional

Você também pode gostar:

Busca

Instagram

Uma noite rica de partilha e escuta… aqui na foto estão apenas alguns dos 35 participantes! ⁣

𝐂𝐨𝐦𝐢𝐬𝐬ã𝐨 𝐄𝐩𝐢𝐬𝐜𝐨𝐩𝐚𝐥 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐚 𝐂𝐨𝐦𝐮𝐧𝐢𝐜𝐚çã𝐨, 𝐂𝐨𝐨𝐫𝐝𝐞𝐧𝐚çã𝐨 𝐍𝐚𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥, 𝐁𝐢𝐬𝐩𝐨𝐬 𝐑𝐞𝐟𝐞𝐫𝐞𝐧𝐜𝐢𝐚𝐢𝐬, 𝐀𝐬𝐬𝐞𝐬𝐬𝐨𝐫𝐞𝐬 𝐄𝐜𝐥𝐞𝐬𝐢á𝐬𝐭𝐢𝐜𝐨𝐬 𝐞 𝐂𝐨𝐨𝐫𝐝𝐞𝐧𝐚𝐝𝐨𝐫𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝟏𝟓 𝐫𝐞𝐠𝐢𝐨𝐧𝐚𝐢𝐬 𝐝𝐚 𝐂𝐍𝐁𝐁 𝐢𝐧𝐢𝐜𝐢𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐮𝐦 𝐩𝐫𝐨𝐜𝐞𝐬𝐬𝐨 𝐝𝐞 𝐩𝐞𝐫𝐬𝐩𝐞𝐜𝐭𝐢𝐯𝐚𝐬 𝐩𝐚𝐬𝐭𝐨𝐫𝐚𝐢𝐬 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐩𝐥𝐚𝐧𝐞𝐣𝐚𝐫 𝐨𝐬 𝐩𝐫ó𝐱𝐢𝐦𝐨𝐬 𝐩𝐚𝐬𝐬𝐨𝐬 𝐝𝐚 𝐏𝐚𝐬𝐜𝐨𝐦 𝐁𝐫𝐚𝐬𝐢𝐥. ⁣

𝘕𝘦𝘴𝘵𝘢 𝘯𝘰𝘪𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘯𝘵𝘢𝘮𝘰𝘴 𝘤𝘰𝘮 𝘢 𝘤𝘰𝘭𝘢𝘣𝘰𝘳𝘢çã𝘰 𝘥𝘦 𝘋𝘰𝘮 𝘑𝘰𝘦𝘭 𝘗𝘰𝘳𝘵𝘦𝘭𝘭𝘢 𝘈𝘮𝘢𝘥𝘰, 𝘋𝘰𝘮 𝘚𝘪𝘭𝘷𝘪𝘰 𝘎𝘶𝘵𝘦𝘳𝘳𝘦𝘴 𝘋𝘶𝘵𝘳𝘢, 𝘗𝘦. 𝘈𝘳𝘯𝘢𝘭𝘥𝘰 𝘙𝘰𝘥𝘳𝘪𝘨𝘶𝘦𝘴, 𝘗𝘦. 𝘑𝘶𝘭𝘪𝘢𝘯𝘰 𝘙𝘪𝘣𝘦𝘪𝘳𝘰 𝘦 𝘗𝘳𝘰𝘧. 𝘔𝘰𝘪𝘴é𝘴 𝘚𝘣𝘢𝘳𝘥𝘦𝘭𝘰𝘵𝘵𝘰.

388 6

Não podemos comunicar sem pedir a luz do Espírito Santo. Neste Pentecostes, renove o seu desejo de anunciar e reze esta linda oração do Papa Francisco:

"Espírito Santo, memória de Deus, reavivai em nós a lembrança do dom recebido. Libertai-nos das paralisias do egoísmo e acendei em nós o desejo de servir, de fazer bem. Porque pior do que esta crise, só o drama de a desperdiçar fechando-nos em nós mesmos. Vinde, Espírito Santo! Vós que sois harmonia, tornai-nos construtores de unidade; Vós que sempre Vos doais, dai-nos a coragem de sair de nós mesmos, de nos amar e ajudar, para nos tornarmos uma única família. Amém"

#pascombrasil #comunicacao #igreja #papafrancisco #cnbb #eusoupascom #pentecostes

417 4

Corre lá! .
.
O coordenador geral @soumarcustullius propõe uma reflexão para o dia de Pentecostes e o @padre.arnaldo compartilha sobre a realidade da pandemia, isolamento social e a adequação das atividades mediante reuniões em grupos virtuais. .
Link na bio.

111 0

Nos unamos ao Santo Padre neste momento especial de oração! 🙏🏻
.

#repost @cnbbnacional
・・・
Direto dos Jardins Vaticanos, o Papa rezará o terço às 12h30 neste sábado, dia 30 de maio. Acompanhe pelas redes sociais da CNBB!⠀⠀
⠀⠀
#CNBB #RezemosJuntos #SantoTerco #PapaFrancisco

258 3

Nos unimos em prece!
#repost @cnbbnacional
・・・
É hoje, 15h30

119 0

Depois da oração do Regina Caeli deste domingo, o Papa @franciscus recordou o #54dmcs que é celebrado no dia de hoje. ❤️

1154 19

A celebração do Dia Mundial das Comunicações Sociais não se encerra no domingo, dia 24. Todos pasconeiros são convidados a seguirem meditando sobre o tema e a carta do Papa Francisco durante todo o ano!

#pascombrasil #comunicacao #igreja #54dmcs #papafrancisco #cnbb #eusoupascom

263 0

De acordo com o Prof. Ismar de Oliveira,a data escolhida para celebrarmos do Dia Munidial das Comunicações Sociais está relacionada ao significado da solenidade. "o Domingo da Ascensão parece indicado do ponto de vista litúrgico já que precede um pouco o Pentecostes, festa em que se comemora a comunicação da verdade e da caridade pelo Espírito Santo.

#pascombrasil #comunicacao #igreja #54dmcs #papafrancisco #cnbb #eusoupascom

218 0

Para celebrar o Dia Mundial das Comunicações, o Papa escolhe um tema e envia aos comunicadores, e a toda Igreja, uma carta. Essa carta é sempre publicada no dia 24 de janeiro, dia de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

#pascombrasil #comunicacao #igreja #papafrancisco #cnbb #eusoupascom

175 0