Encerra-se a votação online para “Menções Honrosas” dos Prêmios da CNBB

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Neste sábado, 30 de junho, às 23h59, estarão encerradas as votações online para a escolha dos trabalhos finalistas dos Prêmios de Comunicação CNBB que receberão um troféu “Menção Honrosa”. Conforme o que foi divulgado pela Comissão de Comunicação no início das votações esta é uma experiência nova e apenas para a indicação de “Menções Honrosas” e não tem vínculo com o processo de escolha dos ganhadores dos prêmios.

Escolha dos Prêmios

Padre Rafael Vieira, da assessoria da Comissão para a Comunicação explica o processo: “Como se faz todos os anos em que os bispos aprovam a realização do concurso, o processo de escolha dos Prêmios respeita três fases: inscrições, júri dos especialistas e júri dos bispos. Neste ano, todas essas fases estão sendo realizadas sem nenhum problema. Isso significa que no dia 30 de julho, à noite, nos estúdios da TV Aparecida, subirão ao palco para receber seus troféus na área de Cinema, Rádio, Imprensa, TV e Internet os ganhadores escolhidos pelos bispos“.

Todas as categorias dos prêmios “Margarida de Prata”, “Microfone de Prata”, “Dom Hélder Câmara”, “Clara de Assis” e “Dom Luciano Mendes de Almeida” tiveram três trabalhos finalistas escolhidos pelo júri dos especialistas de diversas áreas e que são professores de várias universidades católicas do Brasil. “Estes três finalistas de cada categoria foram analisados pelos bispos e entre esses trabalhos, os bispos escolheram os ganhadores da edição 2018. Os responsáveis pelos trabalhos finalistas não devem se preocupar, porque os ganhadores serão contatadas em tempo hábil e terão suas despesas, conforme o Edital dos Prêmios, assumidas pela CNBB para estarem em Aparecida“, esclarece Padre Rafael.

Escolha das “Menções Honrosas”

“A prerrogativa de escolher uma “Menção Honrosa” para cada categoria dos Prêmios, segundo o Regulamento dos Prêmios, é da Comissão de Comunicação da CNBB. Este ano, no entanto, a Comissão abriu mão desse direito para fazer uma experiência de participação popular. Por conta disso, está no ar nas páginas oficiais dos Prêmios no Facebook e no Instagram, webcards que representam cada trabalho finalista e que um ‘like’ representa um voto. Até agora, a participação está sendo intensa“, informa o assessor.

E aos interessados em saber como vai funcionar o processo de entrega das “Menções”, padre Rafael recorda: “Aqueles trabalhos que receberem mais votos e que receberão a “Menção Honrosa”, conforme foi divulgado no início das votações não irá a Aparecida com despesas pagas pela CNBB. Eles receberão, em casa, o troféu preparado pela Comissão de Comunicação e terão seus nomes divulgados na cerimônia de entrega dos Prêmios. O objetivo desse movimento, segundo a Comissão, foi favorecer que os trabalhos finalistas dos fossem mais conhecidos do grande público”.

Parceria com a agência GBA

Todo o processo de criação de identidade visual, de gestão das inscrições online e da votação nas redes sociais foi assumido, em parceria com a CNBB, pela agência GBA. Fernando Mininelli, diretor da agência, explica o trabalho que realizam: “Somos uma empresa católica! Tudo que fazemos envolve evangelização, seja de um cliente ou seja a nossa proposta evangelizadora. Costumamos sempre ser um canal de potência de carisma, ou seja fazer com a evangelização tome outros espaços de forma criativa, com ações diferenciadas, design exclusivos e estratégias que dão resultados. Claro que, institucionalmente, a nossa proposta evangelizadora é levar criatividade, ensinar as pessoas a saírem de sua zona de conforto e entender os processo de evangelização e comunicação de formas diferente e moderna. Estamos neste mercado há 7 anos, realizando projetos nacionais e internacionais e graças a Deus já ajudamos a criar e a melhorar a evangelização de muitos projetos da Igreja Católica. Somos muito felizes em poder realizar algo neste nível para a Igreja“.

Sobre a experiência da votação online para as “Menções Honrosas” dos Prêmios de Comunicação da CNBB, Fernando afirma: “Tudo que é novidade tem um período de adaptação, porém neste caso avalio que isto aconteceu de uma forma muito rápida e isso ocorreu pelo fato de utilizarmos uma mecânica muito fácil de se aplicar: o like (curtir) nas redes sociais. Todo mundo está acostumado a utilizar este botão, então isso fez com que o processo fosse mais rápido e intuitivo. Assim também, as pessoas aproveitavam e marcaram os amigos divulgando a página dos Prêmios e consequentemente adquirindo mais votos para a sua obra. Todo este processo tem sido muito positivo tanto para os Prêmios como para os finalistas“.

O carisma da Agência GBA é potencializar o carisma do nosso cliente por meio da criatividade e a CNBB foi muito aberta à todas as ideias criativas que tivemos e motivados por isso, conseguimos modificar os processos de inscrição manual para online, gerenciar os perfis sociais dos prêmios e criar um sistema novo de votação online. Houve assim, mais inscritos que a última edição, mais pessoas conheceram os prêmios e os candidatos tiveram mais notoriedade. Estamos muito felizes com toda a parceira e muito satisfeitos com todos os objetivos alcançados nesse projeto. É uma honra poder fazer parte desde projeto que consideramos um ‘case’! ‘Case’, é um termo em inglês usado nas agências de publicidade para projetos que foram um sucesso!“, conclui.

FONTE: CNBB

Sobre o Autor: CNBB Nacional

Você também pode gostar:

Busca

Instagram