Instituições se mobilizam para incentivar doação de sangue em período de isolamento

Campanhas e doações agendadas auxiliam a manter estoques de sangue dos hospitais em tempos de pandemia

Manter os estoques de sangue equilibrados tem sido um desafio diário para os hospitais durante a pandemia provocada pela Covid-19. Com o isolamento, as doações caíram consideravelmente, situação que prejudica quem está passando por tratamento de saúde ou cirurgias, e necessita de transfusão de sangue. Como forma de incentivar as doações durante a quarentena, instituições e empresas estão organizando campanhas para mobilizar seus colaboradores, incentivando esse ato de solidariedade.

Para evitar uma crise no abastecimento, o Ministério da Saúde revisou as regras de triagem de doadores e estabeleceu novos procedimentos para que os bancos de sangue recebam os voluntários com segurança. Com o objetivo de evitar aglomerações e filas, os hemocentros e serviços de hemoterapia estão organizando as coletas com agendamento. Dessa forma, as pessoas podem continuar doando sem nenhum risco de contaminação pela Covid-19.

Por entender que essa é uma a importância da doação de sangue para salvar vidas, a Província Marista Brasil Centro-Sul (PMBCS) antecipou a realização da segunda edição do Sangue Marista, que inicialmente seria realizada no mês de agosto em comemoração ao Dia do Marista. Em virtude da pandemia, este ano a ação teve início em abril e segue pelos próximos meses. A campanha está sendo realizada nas áreas de atuação da PMBCS: Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal e na cidade de Goiânia, e pretende impactar o maior número possível de pessoas.

“Quem doa sangue, doa uma nova oportunidade de vida. Ao compartilhar com alguém esse líquido vital, colaboramos com o resgate de muitas vidas”, afirma Irmão Benê Oliveira, Superior Provincial da PMBCS. Ele reforça, que a campanha é uma forma de colocar em prática o carisma Marista. “Promover o Sangue Marista faz parte da nossa missão, pois seguimos Jesus Cristo e os Seus ensinamentos no Evangelho. Ele que derramou na cruz o seu sangue pela salvação e redenção da humanidade. Para a nossa instituição, é deveras importante abraçar essa causa humanitária e solidária, num momento em que o mundo precisa agir coletivamente contra uma pandemia que tem matado milhares de vidas”, destaca.

Mariana Rogoski Ferreira da Silva, 32 anos, colaboradora da Diretoria de Identidade e Missão da PMBCS, doou sangue pela primeira vez aos 19 anos, incentivada por um amigo que estava precisando de doação para um familiar. “Foi muito bom para mim aquele momento, mas acabei ficando muito tempo sem doar. Era algo que eu queria muito voltar a fazer. Quando a campanha Sangue Marista foi lançada me senti muito motivada e voltei a fazer a doação de sangue. É algo que pode ajudar muita gente e foi por meio da campanha que fiz meu cadastro para ser doadora de medula óssea também. Uma grande oportunidade de no futuro ajudar alguém que seja compatível”, declarou.

Parceria solidária

Para ampliar o alcance da ação, alguns parceiros também estão colaborando na divulgação da campanha Sangue Marista em seus canais internos de comunicação e nas redes sociais. Entre eles, estão a Unimed Paraná, que conta mais de 10 mil médicos cooperados e mais de 5 mil colaboradores, e a Clinipam, operadora de saúde que conta com mais de 125 mil vidas associadas, entre clientes pessoa física e pessoa jurídica.

Como participar da campanha

Homens podem doar sangue a cada 60 dias e no período de 12 meses até 04 doações e mulheres em um intervalo de 90 dias e no período de 12 meses até 3 doações. A Anvisa e o Ministério da Saúde atualizaram as orientações para auxiliar as pessoas a saberem se estão aptas a serem doadoras nesse momento de cuidados redobrados devido à pandemia do novo coronavírus. Quem estiver em condições de doar, deve entrar em contato com o banco de sangue mais próximo da sua casa para obter informações detalhadas e agendar a doação. É possível contribuir com a Campanha Sangue Marista sendo um doador ou então ajudando a compartilhar essa ideia nas redes sociais, usando a expressão #sanguemaristadoe.

 

(Informações da Província Marista Centro Sul – Crédito da Divulgação: imagem PMBCS) 

Sobre o Autor: O Estagiário

Você também pode gostar:

Busca

Instagram