Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Pascom e a sinodalidade paroquial

O desafio de criar pontes nas paróquias

 

O que é sinodalidade?
No site da CNBB temos a definição que nos diz:

De acordo com o seu sentido etimológico, o termo grego “sínodo” significa “caminhar juntos”.

Ser sinodal é estar disponível para o próximo na caminhada, é ter comunhão pastoral mesmo perante os diversos carismas presentes entre o povo de Deus. Essa é a visão da igreja que o Papa Francisco tanto nos ensina a ter, principalmente a nós, comunicadores católicos. 

 

É a nossa missão!

A Pascom é verdadeiramente sinodal! Essa afirmação está no DNA da ação pastoral que executamos. Somos a pastoral das pastorais e caminhamos lado a lado com a ação evangelizadora em nossas paróquias, dioceses e comunidades. 

Nossa missão não permite que sejamos ilhas e nos fechemos, impedindo que a mensagem de Cristo cresça e apareça. Por isso, o Papa Francisco tanto nos provoca e ensina através das cartas que envia no Dia Mundial das Comunicações Sociais de cada ano. Em 2021, por exemplo, o Santo Pontífice nos provocou a ir e ver com o tema “Vem e Verás” (Jo 1,26). 

Francisco quer que “gastemos as solas dos nossos sapatos” e possamos sair do comodismo de pensar que “aqui está bom”, para que possamos partir para as águas mais profundas. 

Esse chamado ecoa e continuará ecoando, nos fazendo reconhecer e conhecer a realidade que, muitas vezes, desconhecemos e na qual podemos atuar e ajudar. Sendo assim, o método “vem e verás” é a maneira mais simples de conhecer a realidade, pois para conhecer é preciso encontrar e permitir que a pessoa que está próxima fale, deixando que o seu testemunho chegue a quem está escutando. 

Nada pode substituir o ver pessoalmente, pois só amamos aquilo que conhecemos. O intenso fascínio que Jesus causava sobre quem o encontrava e o conhecia era a verdade em sua pregação, e isso era inseparável do seu olhar, das suas atitudes e até do silêncio. 

Uma Pascom sinodal é essa experiência única de comunhão com os irmãos em um exercício permanente e persistente do ir e ver.

 

Criar Pontes de Conexão!

Podemos nos perguntar: em meio a essa reflexão, como ser uma Pascom sinodal?

Abrindo as portas e criando pontes de conexão com comunicações que salvem, acolham e, principalmente, chamem mais pessoas para o altar de Cristo. 

Na ação pastoral da Pascom é importante o “apostolado do escutar”. 

Devemos escutar antes de falar, como nos exorta o apóstolo Tiago: “cada um seja pronto para ouvir, lento para falar” (1, 19). O primeiro gesto de caridade na sinodalidade paroquial é oferecer um pouco do próprio tempo para escutar as pessoas, os agentes e as pastorais com as suas necessidades e anseios.

Vamos juntos caminhar na sinodalidade paroquial?

 

Juliana Fontanari é jornalista e membro do GT Produção da Pascom Brasi