Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Pe. Arnaldo Rodrigues reflete sobre os desafios atuais da comunicação

Pe. Arnaldo Rodrigues, sacerdote da Arquidiocese do Rio de Janeiro e doutor em comunicação, refletiu sobre os desafios atuais da comunicação na tarde desta sexta-feira, 3 de abril, durante a a Semana de Lives promovida pela Pascom Brasil. Na oportunidade, indicou diversos autores e leituras para aprofundamento dos agentes, que estão elencados...

Pe. Arnaldo Rodrigues, sacerdote da Arquidiocese do Rio de Janeiro e doutor em comunicação, refletiu sobre os desafios atuais da comunicação na tarde desta sexta-feira, 3 de abril, durante a a Semana de Lives promovida pela Pascom Brasil. Na oportunidade, indicou diversos autores e leituras para aprofundamento dos agentes, que estão elencados ao fim desta matéria.

Logo no início da sua fala, Padre Arnaldo destacou o trabalho realizado pelos agentes da Pascom e afirmou que é um trabalho pastoral pioneiro no mundo. Em diversos países há um trabalho técnico e profissional desenvolvido, “mas é um privilégio dizer que em mais uma coisa nós brasileiros somos pioneiros”. Durante a exposição, um dos pontos levantados foi a convergência das mídias. Citou o pesquisador Henry Jenkins, ao afirmar que “a convergência refere-se ao processo e não ao ponto final. Prontos ou não, já estamos vivendo numa cultura da convergência”.

Pe. Arnaldo chamou a atenção para as relações que são estabelecidas por meio da rede. Recordou um trecho da mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Comunicações Sociais 2019, na qual o Santo Padre afirma que “a rede é uma oportunidade para promover o encontro com os outros, mas pode também agravar o nosso autoisolamento, como uma teia de aranha capaz de capturar. Os adolescentes é que estão mais expostos à ilusão de que a social web possa satisfazê-los completamente a nível relacional”.

Devemos ter atenção com os jovens e com a forma como nós comunicamos. A comunicação deve ser essencialmente para criar relações. Por mais que a rede seja utilizada para relacionar, ela não deve ser o fim último, ela deve ser um meio para chegar à plenitude, à comunicação presencial… ela deve favorecer com que estas pessoas não se limitem a criar relacionamentos virtuais.

Um outro desafio levantado pelo sacerdote foi a constante mudança de valores. Os comunicadores devem estar atentos e que é preciso “mudar o estilo de enviar uma mensagem, mas aquilo que é base deve permanecer… quem trabalha com Pascom deve seguir os ensinamentos da Sagrada Escritura, do Magistério da Igreja, isso não muda”, afirmou.

Confira abaixo a íntegra da formação.


 

Indicações de Pe. Arnaldo Rodrigues para aprofundar a formação

Livros 
  • História da comunicação no Brasil – Marialva Barbosa (Editora Vozes Limitada, 2013)
  • A cultura da Convergência – Henry Jenkins
  • Como defender a fé sem levantar a voz – Austen Ivereigh
  • Subsídios para uma teoria da comunicação de massa – Luiz Beltrão e Newton de Oliveira Quirino (Summus Editorial, 1986)
  • Uma história social da mídia: De Gutenberg à internet – Asa Briggs e Peter Burke (Zahar, 2016)
  • A era do rádio – Lia Calabre (Zahar, 2002)
  • A Sociedade em rede – Manuel Castells (Fundaçao Calouste Gulbenkian, 2002)
  • O controle da informação no Brasil: evolução histórica da legislação brasileira de imprensa – Antonio Costella (Editora Vozes, 1970)
  • Gênese Do Pensamento Comunicacional Latino-Americano – José Marques de Melo e Cristina Maria Gobbi (Editora Metodista, 2000)
  • Comunicação social na Igreja: documentos fundamentais comemorando os 40 anos do Decreto Inter mirifica do Concílio Vaticano II sobre os meios de comunicação social, 1963-2003 – Noemi Dariva,(Paulinas, 2003)
  • Teorías de la comunicación de masas Melvin Lawrence DeFleur e Sandra J. Ball-Rokeach (Paidós, 1988)
  • Convergências Midiáticas Produção Ficcional. RBS TV – Elizabeth Bastos Duarte (Sulina, 2010)
  • O Rosto e a Máquina. O Fenômeno da Comunicação Visto Pelos Ângulos Humano, Medial e Tecnológico – Volume 2 Ciro Marcondes Filho (Paulus, 2013)
  • Interesses Cruzados. A Produção da Cultura no Jornalismo Brasileiro – Sergio Luiz Galdini (Paulus, 2009)
Autores citados
Artigos
  • História das redes sociais: do tímido ClassMates até o boom do Facebook. Disponível em: https://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/07/historia-das-redes-sociais.html
  • Bittencourt, Maria Clara Aquino. Convergência midiática e redes digitais: modelo de análise para pesquisas em comunicação. Appris Editora e Livraria Eireli – ME, 2017.
  • DiMaggio, Paul, Jhon Evans, e Bethany Bryson. “Have american’s social attitudes become more polarized?” Princeton University, [s.d.].
  • Fragoso, Suely, e Alberto Efendy Maldonado Gómez de la Torre. A internet na América Latina. Unisinos, 2009.
  • Funke, Manuel, Moritz Schularick, e Christoph Trebesch. “Politics in the Slump: Polarization and Extremism after Financial Crises, 1870-2014”, [s.d.] – Disponível em: http://ec.europa.eu/economy_finance/events/2015/20151001_post_crisis_slump/documents/c._trebesch.pdf
Orientações dos Papas para a Comunicação da Igreja Católica