Por um Natal Raiz

A você comunicador da Pascom, que ao longo deste ano de 2019 se dedicou a comunicar o Cristo por meio do seu testemunho pessoal e do seu trabalho apostólico, a nossa mais profunda gratidão em nome da missão que o próprio Deus nos confiou!

Neste tempo favorável em que celebramos a encarnação do Filho de Deus, somos chamados a também comunicar o verdadeiro Natal dentre tantas tradições que se anunciam nos mais diferentes meios de comunicação, em grande parte duas: o natal das confraternizações superficiais e, sobretudo, o Natal comercial consumista.

Frente a esses dois modelos de natal que são incompatíveis com o Natal do Menino Deus, é importante que comuniquemos o sentido essencial do Natal, qual seja a solidariedade de Deus para com a humanidade no sentido de resgatá-la da decadência em que se encontra e conferir-lhe uma dignidade que supera aquela da criação, ou seja, a filiação divina, a nova criação.

Para se comunicar este Natal de Jesus significa que é preciso conservar a sobriedade diante da superficialidade das confraternizações de fim-de-ano e diante das tentações publicitárias do consumismo disfarçado de presente.

Impactada por uma infinidade de peças publicitárias, a sociedade consumista em que vivemos busca oferecer e encontrar satisfação no prazer das compras, posicionando nesse ambiente todas as oportunidades que durante o ano seriam possibilidades de encontro verdadeiro entre as pessoas. O natal das compras e suas festas de confraternização entram nesse ambiente, destruindo toda e qualquer possibilidade de encontro humano despretensioso, aberto, desejado, sincero entre os sujeitos envolvidos.

O comunicador da Pascom tem a oportunidade de fazer o seu Natal ser o que ele de fato é: compartilhamento e celebração da vida com quem realmente precisa de você e não do que você tem.

A filiação divina é o nosso maior presente de Natal: “filhinhos, vede que grande presente de amor o Pai nos deu – sermos chamados filhos de Deus” (1Jo 3,1). E quem nos dá este presente é seu Filho que, nos visitando, faz brilhar a sua glória no alto da cruz, aos pés da qual se encontra Maria, a primeira a receber a Luz em si e a comunicá-La ao mundo. Resumindo, o presente de Natal é o papai do céu quem nos dá e não o papai noel! E quem nos faz a visita de entrega é Maria e não a carruagem: “logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio” (Lc 1, 44).

Querido comunicador, permita que a família de Nazaré encontre abrigo em seu coração neste Natal, transformando ainda mais sua vida e missão. Enquanto testemunha do Filho de Deus, 2020 seja realmente em ano novo pra você, em cujos dias a glória de Deus antecipe seus passos na conquista dos seus sonhos e na realização de seus projetos.

Boas Festas e um próspero Ano Novo, sob o resplendor deste Santo Natal!

Um forte abraço com a bênção de Deus!

 

Sobre o Autor: Pe. Maurício Cruz

Você também pode gostar:

Busca

Instagram