Recomeço com Deus

Cada novo ano é uma dádiva que Deus nos concede. É como uma página em branco, onde podemos reescrever nossa história, acertando o que estava errado, melhorando o que já estava bom.

É tempo de renovar as esperanças, fazer novos planos, traçar metas em todas as áreas de nossa vida. Com certeza, Deus nos reserva muitas graças e nos quer felizes, mas pelo livre arbítrio que nos concedeu, tudo dependerá do nosso esforço pessoal e disciplina.

Sempre é possível avançar mais, rumo aquilo que Deus pensou para nós e Jesus veio revelar: Uma vida plena e abundante. Não espere dos outros as mudanças, mude você, busque o diálogo verdadeiro e não a cobrança.

Cuide da sua família, abrace mais, elogie mais, seja a pessoa que você sempre quis ser. Deus nunca nos dá um fardo maior do que podemos carregar. Portanto, elimine os pesos desnecessários. Faça nova todas as coisas. Seja verdadeiro em tudo o que fizer. Deixe a paz de uma manhã com Deus encher seu coração de fé e esperança. Aprenda com Jesus a treinar os passos da mansidão e comece um ano novo, renovado, reciclado e cheio do Espírito Santo.

Começo o ano propondo a busca, o caminho da paz. Se encontrarmos essa paz em Cristo, ao invés de sermos motivo de discórdia, seremos instrumentos da paz. Semeadores da concórdia, semeadores de um jeito diferente de viver. Para isso, primeiro temos que acreditar na paz, acreditar e saber de onde ela vem. E, ela vem de Deus, por Jesus. Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém chega ao Pai senão por Ele (cf. Jo 14,6).

A paz interior é um dom do Espírito Santo, como nos diz a Carta aos Gálatas: “Por seu lado, são estes os frutos do Espírito: amor, alegria, paz” (Gl 5,22). Isso quer dizer que ela deve ser pedida como o próprio Apóstolo Paulo afirma: “Apresentem a Deus todas as necessidades de vocês através da oração e da súplica, em ação de graças.
Então a paz de Deus, que ultrapassa toda compreensão, guardará em Jesus Cristo os corações e pensamentos de vocês”
(Fl 4,7). Esse trecho da Carta aos Filipenses nos dá uma certeza que a paz não é uma utopia, não é um “talvez”, mas é uma certeza em Jesus. Ele venceu o mundo! A paz já nos foi concedida!

Um abençoado ano de paz a todos!

Sobre o Autor: Padre Reginaldo Manzotti

Você também pode gostar:

Busca

Instagram