11 de agosto a Igreja celebra Santa Clara de Assis, padroeira da televisão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

No dia 11 de agosto a Igreja celebra a memória de Santa Clara de Assis. A jovem italiana, discípula e companheira de Francisco de Assis nasceu em 1193. Quase oito séculos após a sua morte, foi proclamada pelo Papa Pio XII, em 1958, como a padroeira da televisão. Mas, por que uma santa que viveu num período em que a comunicação acontecia por meio dos púlpitos nas Igrejas, nas praças é considerada a padroeira deste meio de comunicação?

Conta-se que no Natal de 1253, um ano antes de sua morte, Clara estava acamada, desejava muito participar da Santa Missa na igreja de São Francisco, mas não tinha condições físicas para sair. Em oração, Clara pediu ao Senhor que permitisse celebrar o Natal. O testemunho da própria santa é que, de seu quarto, ela ouviu a missa completa e ainda pôde até comungar. O fato é narrado na própria bula pontifícia que a proclama padroeira da televisão.

Na catequese desta quarta-feira, o Papa Francisco recordou a fundadora das Clarissas.

Hoje celebramos a memória de Santa Clara de Assis, modelo luminoso de quem soube viver com coragem e generosidade a sua adesão a Cristo. Imitem seu exemplo para que possam, como ela, responder fielmente ao chamado do Senhor.

O Brasil conta atualmente com nove emissoras de televisão de inspiração católica, de abrangência nacional e regional. Este é um grande patrimônio que a Igreja no Brasil tem para evangelizar. Para Geizom Sokacheski, diretor de expansão da Tv Evangelizar e coordenador do setor TV da Signis Brasil, a Igreja precisa atuar em todas as formas de comunicar, incluindo os novos modelos, tendo sempre como missão o anúncio de Jesus Cristo.

Essa é a missão das tevês católicas aqui em nosso país. De forma individual, cada emissora com seu carisma, mas em união, construindo pontes até os telespectadores, um povo cristão com ânsia de evangelizar e estar em sintonia com a Igreja. Os nove canais geradores em canal aberto, além das produções em WebTV, encurtam as distâncias, com informações e programações variadas abrindo mentes e corações. A Signis Brasil pelo setor TV, tem o papel de articular e organizar junto aos canais de inspiração católicas a unidade.

O missionário redentorista Pe. Rafael Vieira, jornalista e diretor geral da TV Pai Eterno, compartilhou um artigo em nosso portal sobre a inspiração católica na Tv. Para ele,

Santa Clara inspira os operadores católicos da Televisão. Inspira a fazer dela instrumento de aproximação com os sacramentos, de educação da fé, de apresentação de valores culturais que engrandecem a alma humana. Santa Clara inspira o papel coadjuvante da Televisão e isso significa que o que mais importa é a transmissão de conteúdo verdadeiro e não as manipulações que a técnica permite e que pode distorcer os fatos, induzir comportamentos e corromper as consciências.

Segundo Pe. Rafael, “não se pode entender que uma emissora de Televisão seja de inspiração católica sem perceber nela, tanto na sua programação como em seu conteúdo geral, um devotamento especial em ajudar a juventude em seu crescimento na fé, em promover o papel dos leigos no interior da comunidade eclesial e no seu compromisso no ambiente da sociedade.”

O jornalista, que também atuou como assessor de imprensa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, associa a característica física de Santa Clara com a beleza que deve resplandecer na televisão.

Santa Clara sempre foi representada pela iconografia como uma moça muito bonita. A beleza verdadeira deve ser também uma constante inspiração para a Televisão que se inspira na fé católica. Bonita porque correta, bonita porque livre, bonita porque aberta e acolhedora para ser vista por crentes e não crentes.

Confira na íntegra o artigo do Pe. Rafael Vieira

Inspiração católica na TV

 

Redação Pascom Brasil / Imagem de capa: Bartolome Esteban Murillo

Sobre o Autor: Marcus Tullius

Você também pode gostar:

Busca

Instagram